DATA: 2021-02-09 23:36:11


Corretor deve estar cada vez mais presente na vida do seu cliente

Fonte: Nicole Fraga - Revista Apólice

Felipe Nascimento, CEO da Mapfre no Brasil, participou do evento "Diálogos CEO" para falar um pouco sobre sua experiência no mercado, inovação e parceria com os corretores.

EXCLUSIVO – Para falar sobre seu retorno ao Brasil, parceria com os corretores de seguros, novos produtos e a relação da empresa com a inovação, Felipe Nascimento, que assumiu o cargo de CEO da Mapfre no Brasil em janeiro, participou do evento online Diálogos CEO da Revista Apólice. A transmissão ao vivo aconteceu na tarde de ontem, 08 de fevereiro, e a entrevista foi conduzida pela jornalista Kelly Lubiato.

Nascimento volta para o Brasil após seis anos de experiência internacional, tendo atuado como diretor Corporativo de Tecnologia e Processos da seguradora. O executivo assumiu o cargo com a missão de dar continuidade às ações de expansão da seguradora no mercado nacional, apoiando a ampliação da cultura de seguros no país. “Isso envolve impulsionar todo o processo de transformação digital, incorporando novas tecnologias, trazendo facilidade e conveniência para os clientes e parceiros. Para isso, detectar os pontos de melhorias e avançar no atendimento é fundamental, e é esse meu objetivo”, disse.

O CEO da Mapfre contou um pouco sobre sua experiência no mercado internacional, afirmando que a cultura do seguro está muito mais disseminada em outros países do que no Brasil e que há muito espaço para ser conquistado. “Para se ter uma ideia, nos Estados Unidos a penetração do seguro, que é a relação entre o volume de prêmio e o PIB, é algo em torno de 11%. Na Europa, o seguro de automóvel é obrigatório e isso impacta em toda dinâmica do setor. Em países como França e Itália, esse índice fica entre 8,5% e 9,5%. No Brasil esse valor é de 4%. Isso dá a dimensão da oportunidade que temos aqui”.

Ele também abordou a estratégia da companhia para crescer de forma rentável, cujo principal objetivo é responder com agilidade as necessidades dos distribuidores e segurados. “Nosso plano estratégico está baseado em três pilares: orientação ao cliente; eficiência técnica e operacional; e a cultura e talento. Para isso, estamos investindo em novas tecnologias, elaborando lançamentos e estreitando nosso relacionamento com corretores. 2021 vai ser um ano de retomada e quem aproveitar este momento para inovar sairá na frente da concorrência”.

Nascimento ainda falou sobre a pandemia de Covid-19, dizendo que apesar de ser uma tragédia é positiva para o mercado de seguros, pois vai mudar a interpretação de risco na sociedade, o que ajudará o crescimento do setor. “Acredito muito na importância do seguro de vida. A Europa Ocidental responde por 33% dos prêmios de seguro de vida em todo mundo, enquanto os países da América Latina e Caribe são responsáveis por 2,5%. Entretanto, este índice tende a crescer por aqui, afinal muitas pessoas tiveram sua renda comprometida por causa da crise e irão precisar contar com uma proteção financeira”.

O executivo comentou também sobre a importância do corretor de seguros, ressaltando que a categoria é o principal elo no relacionamento com o consumidor. Contudo, Nascimento disse que é fundamental que os parceiros estejam atentos e conscientes que devem se adaptar às novas demandas e a realidade tecnológica. “A Mapfre tem um portfólio extenso para aumentar a oferta de produtos para diversos públicos e necessidades. O corretor deve aproveitar essa diversidade para estar cada vez mais presente na vida do seu cliente, atuando como um consultor para proteger seu cliente”.

Imprima