Fenacor

SITES RESPONSIVOS PARA CORRETORA
E CORRETORES DE SEGUROS
FAÇA SUA INSCRIÇÃO

Sites Responsivos

Adequam-se a tablets e smartphones.
CONHEÇA OS MODELOS

Sites Personalizados

Caso queira algo diferente podemos desenvolver um site totalmente personalizado.

CONSULTE-NOS

Instalação e manutenção do conteúdo do site

Você não precisa se preocupar em criar o seu site, esse é o nosso negócio.
Basta nos enviar todo o contéudo necessário e nós ativamos o seu site.
A atualização de conteúdo é por nossa conta, você só precisa nos enviar a solicitação.

Valores


TAXA DE INSTALAÇÃO DO SITE PADRÃO
R$ 249,90 (parcela única)

MENSALIDADE
Corretor Associado:
R$ 34,90

Corretor não associado:
R$ 39,90

MODELOS

Site responsivo ajustam-se à tela do aparelho eletrônico utilizado reposicionando os elementos do site, a fim de mantê-lo funcional em vários formatos e tamanhos de tela.

ESCOLHA SEU MODELO

Clique nos botões abaixo e veja as cores dos modelos e um exemplo de como ficará seu site.

Clique nos botões abaixo e veja as cores dos modelos e um exemplo de como ficará seu site.

Clique nos botões abaixo e veja as cores dos modelos e um exemplo de como ficará seu site.

Clique nos botões abaixo e veja as cores dos modelos e um exemplo de como ficará seu site.


Notícias do Mercado de Seguros

PF faz operação em associação de Proteção Veicular
Seg - Abril 24, 2017 6:30 pm  |  Artigo Acessos:2409  |  A+ | a-
Fonte: CQCS

A polícia federal realizou, nesta terça-feira (18/04), a “Operação Brumado II”, com o objetivo de reprimir a comercialização ilegal de seguros na Bahia.

Segundo comunicado da Polícia Federal, os investigados mantinham, na cidade de Brumado (BA), uma empresa especializada em seguros automotivos, mais especificamente no segmento de caminhões, a qual “funcionava travestida de Associação Baiana dos Transportadores de Cargas”, cujos responsáveis costumam alterar com frequência o nome de fantasia: inicialmente, era “Truck Service”; depois, passou a ser “Truck Center”; e, nos dias atuais, “Auto Truck”.

Essa associação não dispunha de autorização da Susep para funcionar.

Essa ação é um desdobramento da “Operação Sinistro”, deflagrada em julho de 2016 e teve por objetivo o cumprimento de mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juiz Federal da 2ª Vara da Seção Judiciária da Bahia, em Salvador/BA, especializada em crimes financeiros.

A venda irregular de seguros, vale lembrar é crime este previsto no art. 16, c/c parágrafo único, inciso I da Lei nº 7.492/86.

De acordo com a PF, os investigados já respondem a uma ação penal, em virtude das conclusões obtidas após a deflagração da “Operação Sinistro”. Contudo, perseveraram na mesma conduta delitiva, apenas com poucas mudanças na roupagem anterior, motivo pelo qual foram expedidos mandados de busca em seu desfavor.
Top